Dia Internacional da Síndrome de Down







Hoje, dia 21 de março, é uma data especial, pois comemoramos o Dia Internacional da Síndrome de Down.

Mas afinal, o que é ter Síndrome de Down?

É, acima de tudo, não se sentir diferente. É saber que é vitorioso pela luta incessante pela vida. É, mesmo antes do nascimento, nos casos de gravidez de risco, estar sempre no limite.

Ao nascimento são muitos os obstáculos superados, sejam eles físicos, ou até mesmo emocionais, como incertezas e desconfiança. Susto, desespero, preocupação? Com o tempo tudo isso vai se transformado em carinho, dedicação, amor e alegria. Todas as barreiras vão sendo superadas. Com o avanço tecnológico da medicina, o tratamento para as diversas patologias associadas pode ser realizado. O que no passado era incompatível com a vida (cardiopatias), hoje tem sobrevida longa desde que tratado adequadamente.

Não há quem não se sensibilize com uma criança com Síndrome de Down. Cada ganho motor, cada sorriso, cada olhar encanta a todos que lidam com o seu tratamento.

Aprendizado, independência e desempenho motor vão sendo adquiridos passo a passo, e isso dá uma sensação maravilhosa e muito orgulho.

Como vejo as crianças com Síndrome de Down

Vejo crianças dóceis, gentis, inteligentes e, acima de tudo, guerreiras. Fazem tudo como as outras, podem demorar mais a se desenvolverem, é verdade, mas atingem seus objetivos. Andam, correm, brincam, aprendem, falam e retribuem todo o carinho que recebem de todos que estão ao seu redor. Encantam a todos.

Têm um presente de superação e empenho e futuro com oportunidades de trabalho (obs: graças a todos os esforços de inclusão social!). Nossa luta contra o preconceito e inclusão deve ser cada vez maior, muita coisa ainda há por fazer, mas ao olharmos para trás vemos que muita coisa já mudou!

E o que falar dos pais?

Vocês são realmente especiais. Desde já parabenizo-os pelo exemplo de dedicação e garra com seus filhos. Vejo pais que não se acomodam ou acham que está tudo bem. Vejo famílias sempre procurando o melhor, e isso é um exemplo para todos, inclusive para os profissionais de saúde. Vejo famílias cada vez mais informadas com conhecimento impressionante sobre as características da síndrome. Encontro parentes empenhados em buscar medidas que visem a inclusão social. Portanto, parabéns para todos! Muitas vitórias ainda estão por vir. Temos muito trabalho pela frente, mas já temos muito a comemorar.

Pediatras, Cardiologistas Pediátricos, Fisioterapeutas, Ortopedistas Pediátricos, parabéns pelo empenho e dedicação em sempre procurar oferecer o melhor no tratamento.

Feliz 21 de março – Dia Internacional da Síndrome de Down!

Foto: Eduardo Guilhon

www.guilhonfotografia.com.br



Dr. Maurício Rangel é formado em Medicina pela Faculdade Souza Marques (1994) e médico Ortopedista Pediátrico. Trabalha atualmente em consultórios com atendimento ambulatorial e cirurgias ortopédicas pediátricas eletivas. Especialista em diversas patologias musculoesqueléticas em crianças e adolescentes e cirurgias relacionadas.

Consultório: Barra Life

Av. Armando Lombardi, 1000 – sala 231, bloco 2, Barra da Tijuca | Rio de Janeiro

Telefone para contato: 3264-2232/ 3264-2239



Posts recentes

Ver tudo