Existem diversas causas para dor na frente dos joelhos no adolescente, desde as próprias do joelho até a dor referida a distância, devido a patologias originadas do quadril. Por isso, sempre que estivermos diante do adolescente com dor no joelho, é fundamental um exame completo também, da articulação do quadril.

Dentre as patologias próprias do joelho, devemos ressaltar:

Síndrome dolorosa femoropatelar:


– Trata-se da dor ao redor da patela (osso da frente do joelho).

– Acomete crianças ativas ou não.

– Mais comum em meninas, principalmente na fase do estirão do crescimento da adolescência.

– Os sintomas podem afetar os dois joelhos mas, com frequência, são mais intensos em um dos lados.

As causas da dor:


– Mal alinhamento da patela, gerando lesões cartilaginosas dolorosas.

– Overuse, ou seja, sobrecarga mecânica, ocorrendo principalmente em atletas.

– Desequilíbrio muscular do quadríceps gerando anormalidades no funcionamento da articulação femoropatelar.

A movimentação normal da patela é determinada pelo equilíbrio muscular do vasto medial e lateral (componentes do quadríceps), congruência articular da patela com o fêmur, no sulco troclear e também pelo alinhamento angular e rotacional do membro inferior.

As forças mecânicas que atuam sobre a patela são maiores quando os joelhos realizam a flexão, portanto, em situações em que há excessiva flexão dos joelhos como nos exercícios de agachamento, subir e descer escadas e saltos, haverá uma sobrecarga mecânica nesta articulação, podendo gerar sintomas dolorosos.

As características físicas do paciente de risco para dor femoropatelar são:

– Geno valgo e geno recurvato excessivo;

– Anteversão femoral;

– Torção externa tibial;

– Pés pronados;

As alterações congênitas da patela e do fêmur, também contribuem para a sintomatologia e, como exemplos temos:

– Hipoplasia do côndilo lateral do fêmur e tróclea;

– Patela alta;

– Encurtamento congênito do quadríceps

As queixas apresentadas:

– Dor na frente dos joelhos durante ou após as atividades físicas ou longas caminhadas;

– Dor com a permanência por muito tempo sentado;

– A sensação de falseio ou de instabilidade também pode ocorrer.

A avaliação física:

Deve ser avaliado o alinhamento angular e rotacional do membro inferior, os pontos dolorosos na palpação da patela, principalmente o súpero-lateral e o ínfero-medial, manobra de apreensão e a mobilização medial e lateral da patela deve ser observada.



A atrofia do vasto medial deve ser observada, pois é muito frequente nos pacientes com dor femoropatelar.

A avaliação com imagens é fundamental para as conclusões diagnósticas.

Com relação à instabilidade patelar existem basicamente 4 situações:

– Tilt patelar, ou seja, situação decorrente do encurtamento do vasto lateral com hiperpressão lateral dolorosa na patela;

– Subluxação patelar;


– Instabilidade recorrente;

– Luxação crônica irredutível.

O tratamento depende de diversos fatores citados acima e do diagnóstico final etiológico para a dor e os casos devem ser individualizados.





Obrigado pela atenção.


Um abraço a todos!


Dr. Maurício Rangel é formado em Medicina pela Faculdade Souza Marques (1994) e médico Ortopedista Pediátrico. Trabalha atualmente em consultórios com atendimento ambulatorial e cirurgias ortopédicas pediátricas eletivas. Especialista em diversas patologias musculoesqueléticas em crianças e adolescentes e cirurgias relacionadas.

Consultório: Barra Life

Av. Armando Lombardi, 1000 – sala 231, bloco 2, Barra da Tijuca | Rio de Janeiro

Telefone para contato: 3264-2232/ 3264-2239




Criança e Saúde

Criança e Saúde é um site colaborativo que possui a missão de ajudar pessoas a encontrarem informação sobre a saúde dos seus filhos. As informações publicadas neste site têm caráter meramente informativo e não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas. Todos os direitos reservados ao Criança e Saúde. Proibido a reprodução do conteúdo deste site sem prévia autorização. A Redação do Criança e Saúde não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes.



contato@criancaesaude.com





JUNTE-SE

Seu conhecimento é muito grande para ficar apenas no consultório. Venha fazer parte da nossa rede de especialistas. 

FIQUE POR DENTRO

Criança e Saúde é um site colaborativo que possui a missão de ajudar pessoas a encontrarem informação sobre a saúde dos seus filhos. As informações publicadas neste site têm caráter meramente informativo e não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas. Todos os direitos reservados ao Criança e Saúde. Proibido a reprodução do conteúdo deste site sem prévia autorização. A Redação do Criança e Saúde não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes.

© 2023 Criança e Saúde Todos os direitos reservados.