Encurtamento do braço em crianças e as consequências:



A principal causa para o encurtamento do braço em crianças é a sequela da infecção articular do ombro, ou seja da artrite séptica.

A infecção pode ocorrer em qualquer momento da vida da criança, podendo inclusive acometer os recém-nascidos.

O quadro inicial é caracterizado por pseudoparalisia do membro superior da criança, ou seja, a criança mantém imóvel o braço envolvido, dor com a manipulação passiva e ativa articular, presença de sinais inflamatórios locais como vermelhidão, inchaço, aumento de temperatura local.

Geralmente há febre e abatimento da criança com perda de apetite e diminuição para a realização das atividades habituais.

A suspeita é confirmada com exames complementares de laboratório e de imagem.

O tratamento deve ser iniciado imediatamente, pois trata-se de uma urgência ortopédica.

A demora em instituir o tratamento adequado está relacionado ao surgimento de sequelas locais, sendo o encurtamento do braço a mais importante e que deve ser evitada.


Raio X: ombro evidenciando aumento de volume de partes moles e alargamento do espaço articular


Existem diversas formas para tratar a artrite séptica do ombro, sendo que o mais eficaz é o tratamento cirúrgico ortopédico com drenagem aberta da articulação, lavagem exaustiva e coleta de material para identificação da bactéria causadora.

Após a cirurgia, é iniciada a terapia antibiótica adequada, por via venosa, com a criança mantida em regime de internação hospitalar.

As sequelas:

Os resultados a curto prazo após a resolução do quadro agudo de infecção são satisfatórios.

A criança recupera a mobilidade articular e restabelece as funções do membro superior.

A região mais importante para o crescimento do braço localiza-se na extremidade proximal do úmero (osso do braço), que fica localizada no interior da articulação do ombro.

Portanto, infecções no ombro, podem levar à lesão na região de crescimento do osso, principalmente se tratadas adequadamente, seja devido ao atraso na drenagem ou pela não realização da drenagem aberta articular.

Esses são os principais fatores que favorecem o surgimento da sequela de encurtamento do úmero.

A constatação:



Observem o evidente encurtamento do braço esquerdo.

Com o desenvolvimento da criança, a longo prazo, os familiares vão observando a evidente diferença de comprimento entre os braços.

A criança inicialmente não apresenta queixas funcionais, ou seja, apesar do braço ser curto, sua infância ocorre sem dificuldade para segurar objetos, brincar e fazer esportes.

As queixas funcionais só surgem com a progressão do encurtamento acima de 3 cm, quando serão observados:

– Limitação nos movimentos do ombro;

Dificuldade para as atividade diárias simples como escovar dentes (levar a mão à boca), pentear cabelos (levar a mão à cabeça) e fazer a higiene do períneo.


– Com a chegada da adolescência e a maior percepção corporal, surgem as preocupações do próprio adolescente com a sua visão corporal e aparência do braço, principalmente quando no convívio social.

O tratamento para o encurtamento:

É cirúrgico com o alongamento ósseo do úmero (osso do braço).



Raio x comparativo revelando o encurtamento do úmero esquerdo


Trata-se de uma cirurgia feita com um aparelho externo, chamado de fixador externo, que fica preso ao osso através de pinos de fixação.

Permite o crescimento do osso curto, a uma velocidade de 1mm/dia.



Fixador externo.

Exige um bom entendimento dos familiares em promover a higiene dos pinos, no contato com a pele e o regular ajuste do aparelho nos intervalos recomendados pelo cirurgião.

O tratamento é longo, com possibilidade de reinternações para ajustes no fixador externo, quando necessários.

Os resultados são satisfatórios na obtenção do comprimento necessário e recuperação da função do braço e autoestima da criança e adolescente.




Um abraço a todos!


Dr. Maurício Rangel é formado em Medicina pela Faculdade Souza Marques (1994) e médico Ortopedista Pediátrico. Trabalha atualmente em consultórios com atendimento ambulatorial e cirurgias ortopédicas pediátricas eletivas. Especialista em diversas patologias musculoesqueléticas em crianças e adolescentes e cirurgias relacionadas.

Consultório: Barra Life

Av. Armando Lombardi, 1000 – sala 231, bloco 2, Barra da Tijuca | Rio de Janeiro

Telefone para contato: 3264-2232/ 3264-2239




Criança e Saúde

Criança e Saúde é um site colaborativo que possui a missão de ajudar pessoas a encontrarem informação sobre a saúde dos seus filhos. As informações publicadas neste site têm caráter meramente informativo e não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas. Todos os direitos reservados ao Criança e Saúde. Proibido a reprodução do conteúdo deste site sem prévia autorização. A Redação do Criança e Saúde não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes.



contato@criancaesaude.com





Posts recentes

Ver tudo

JUNTE-SE

Seu conhecimento é muito grande para ficar apenas no consultório. Venha fazer parte da nossa rede de especialistas. 

FIQUE POR DENTRO

Criança e Saúde é um site colaborativo que possui a missão de ajudar pessoas a encontrarem informação sobre a saúde dos seus filhos. As informações publicadas neste site têm caráter meramente informativo e não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas. Todos os direitos reservados ao Criança e Saúde. Proibido a reprodução do conteúdo deste site sem prévia autorização. A Redação do Criança e Saúde não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes.

© 2023 Criança e Saúde Todos os direitos reservados.