O acentuado geno varo (pernas arqueadas) em crianças







O arqueamento das pernas na criança é uma situação bastante frequente encontrada nos consultórios.

Na maioria das vezes, trata-se de uma situação benigna e temporária, ou seja, geno varo fisiológico, com expectativa de correção espontânea progressiva.

Existem situações de arqueamento das pernas patológico (pernas tortas para fora), em que a correção não ocorre espontaneamente, muito pelo contrário, a história natural é para piora progressiva, se não tratado precocemente.

É muito importante o reconhecimento por parte do profissional da saúde daqueles casos de evolução desfavorável para que a indicação de tratamento seja feito nas idades adequadas, quando a deformidade é progressiva.

O caso citado abaixo reflete a demora no reconhecimento de uma deformidade progressiva, fazendo com que a criança chegasse na primeira consulta comigo com essa deformidade grave e, já praticamente, com impossibilidade para caminhar mesmo pequenas distâncias.

O que fazer nesta situação?

Criança, menina, 5 anos de idade, com acentuado arqueamento dos membros inferiores, grande dificuldade para a marcha, já tendo sido atendida por diversos profissionais de saúde, sem receber a indicação para o tratamento adequado.

O exame físico:


O acentuado arqueamento é localizado no segmento logo abaixo do joelho, osso conhecido como tíbia, onde, além da deformidade angular evidente, há também deformidade rotacional interna, ou seja, ao ficar em posição de pé, os pés ficam virados para dentro.

O exame ligamentar dos joelhos revelam uma grave instabilidade com as manobras provocativas, característico de situações de arqueamento patológico.

Não há desigualdade no comprimento dos membros inferiores.

A criança só consegue caminhar pequenas distâncias, dentro do domicílio e sempre amparada pelo apoio de um familiar ou na mobília.

O exame radiológico de imagem:

Feito com a criança em posição de pé, evidencia lesão na região de crescimento medial e proximal da tíbia, osso logo abaixo do joelho, provocando o crescimento assimétrico deste osso, acentuando cada vez mais a deformidade.

A patologia é bilateral, as demais regiões de crescimento estão preservadas e normais.

O tratamento indicado:

Após a análise do caso através da história clínica, exame físico e de imagem, foi indicado a correção cirúrgica da deformidade, com um procedimento ósseo, chamado de osteotomia, onde é feito um corte cirúrgico no osso permitindo o seu realinhamento, corrigindo portanto, a angulação e a deformidade rotacional interna associada no mesmo ato operatório.

A indicação de correção foi feita em ambos os membros inferiores no mesmo ato operatório.

Existem diversas técnicas para realizar a mesma cirurgia, porém, a escolhida para esse caso foi a correção utilizando um aparelho de fixação externa, pois permite a correção imediata, não usa gesso, a criança pode mobilizar precocemente as articulações e ficar em pé e caminhar com auxílio de andador ou muletas também de forma precoce.


Os cuidados necessários são a manutenção da higiene dos pinos, no contato com a pele e as visitas regulares para o acompanhamento pós-operatório.

O resultado:












Após a consolidação adequada da osteotomia e a retirada do aparelho de fixador externo, observamos a correção satisfatória e o restabelecimento da marcha adequada da criança.


Arqueamento das pernas na criança é uma deformidade que precisa ser acompanhada pelo ortopedista pediátrico.

Na maioria das vezes, a deformidade tem comportamento benigno com correção espontânea dentro dos prazos determinados.

Reconhecimento dos casos desfavoráveis e que exigem tratamento deve ser feito de forma precoce para que a correção seja feita antes do surgimento de deformidades tão acentuadas como a citada acima.




Um abraço a todos!


Dr. Maurício Rangel é formado em Medicina pela Faculdade Souza Marques (1994) e médico Ortopedista Pediátrico. Trabalha atualmente em consultórios com atendimento ambulatorial e cirurgias ortopédicas pediátricas eletivas. Especialista em diversas patologias musculoesqueléticas em crianças e adolescentes e cirurgias relacionadas.

Consultório: Barra Life

Av. Armando Lombardi, 1000 – sala 231, bloco 2, Barra da Tijuca | Rio de Janeiro

Telefone para contato: 3264-2232/ 3264-2239




Criança e Saúde

Criança e Saúde é um site colaborativo que possui a missão de ajudar pessoas a encontrarem informação sobre a saúde dos seus filhos. As informações publicadas neste site têm caráter meramente informativo e não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas. Todos os direitos reservados ao Criança e Saúde. Proibido a reprodução do conteúdo deste site sem prévia autorização. A Redação do Criança e Saúde não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes.



contato@criancaesaude.com





Posts recentes

Ver tudo