O diagnóstico tardio da escoliose: por que ocorre?





A escoliose é um desvio lateral e rotacional da coluna vertebral.

É frequentemente observado pelos pais da criança ou adolescente, através da observação de sinais simples como:

– Desnível na altura dos ombros;

– Desnível na bacia (pelve);

– Assimetria na cintura.



A manobra de inclinação anterior do tronco com evidente formação da gibosidade (caroço) nas costas, chama a atenção para curvas estruturadas, rígidas, que exigem diagnóstico e tratamento precoce.

Nos dias atuais, ainda nos deparamos com pacientes que têm, na sua primeira consulta, curvas escolióticas graves, valores angulares acima de 40 graus, impossibilitando a indicação do tratamento conservador, tendo portanto, seu diagnóstico já em fase tardia de evolução.



Para tentar entender os motivos do diagnóstico tardio e tentar mudar este cenário, diversas publicações científicas abordaram o assunto com alguma conclusões interessantes que merecem uma reflexão de todos nós.

Estima-se que cerca de 5,5% das escolioses são diagnosticadas, na primeira consulta, com valores acima de 40 graus.



Assimetria nos ombros e cintura



Gibosidade com inclinação do tronco



A maioria dos responsáveis pela criança ou adolecente reconhecem que demoraram a procurar ajuda médica assim que souberam da suspeita de escoliose.

Os motivos para a demora mais citados foram:

– Desconhecimento sobre o que é escoliose, sua definição, história natural e suas implicações para a saúde da criança ou adolescente;

– Falta de tempo devido às ocupações profissionais dos pais, impossibilitando-os levar a criança para a consulta com o especialista;

– Iniciação de terapias alternativas, sem sucesso, antes de procurarem avaliação do especialista;

– Nunca foram informados da suspeita da deformidade em seus filhos/as, antes da consulta com o especialista.

A maioria dos estudos conclui que a falta de informação para os pais e cuidadores sobre a suspeita da deformidade e a pouca ênfase sobre a importância da avaliação precoce com o especialista, são os fatores que mais contribuem para a alta incidência do diagnóstico tardio da escoliose.




As sugestões para reverter este cenário residem em realizar um programa mais eficaz de informação para para os pais e todos os profissionais de saúde que lidam com crianças (pediatras, profissionais de educação física, recreadores, professores) e para a comunidade, como um todo, sobre como reconhecer a escoliose e enfatizando a importância da avaliação precoce com o especialista, na presença de sinais da deformidade.

A retomada dos programas de triagem escolar para reconhecimento precoce da deformidade também ajudam a diminuir os elevados índices de diagnóstico tardio.

Com medidas simples permitimos que o diagnóstico e tratamento sejam realizados precocemente, diminuindo assim as curvas que terão indicação cirúrgica imediata.

Obrigado pela atenção.




Um abraço a todos!


Dr. Maurício Rangel é formado em Medicina pela Faculdade Souza Marques (1994) e médico Ortopedista Pediátrico. Trabalha atualmente em consultórios com atendimento ambulatorial e cirurgias ortopédicas pediátricas eletivas. Especialista em diversas patologias musculoesqueléticas em crianças e adolescentes e cirurgias relacionadas.

Consultório: Barra Life

Av. Armando Lombardi, 1000 – sala 231, bloco 2, Barra da Tijuca | Rio de Janeiro

Telefone para contato: 3264-2232/ 3264-2239




Criança e Saúde

Criança e Saúde é um site colaborativo que possui a missão de ajudar pessoas a encontrarem informação sobre a saúde dos seus filhos. As informações publicadas neste site têm caráter meramente informativo e não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas. Todos os direitos reservados ao Criança e Saúde. Proibido a reprodução do conteúdo deste site sem prévia autorização. A Redação do Criança e Saúde não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes.



contato@criancaesaude.com





JUNTE-SE

Seu conhecimento é muito grande para ficar apenas no consultório. Venha fazer parte da nossa rede de especialistas. 

FIQUE POR DENTRO

Criança e Saúde é um site colaborativo que possui a missão de ajudar pessoas a encontrarem informação sobre a saúde dos seus filhos. As informações publicadas neste site têm caráter meramente informativo e não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas. Todos os direitos reservados ao Criança e Saúde. Proibido a reprodução do conteúdo deste site sem prévia autorização. A Redação do Criança e Saúde não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes.

© 2023 Criança e Saúde Todos os direitos reservados.