Por que as crianças mancam? Entenda os motivos.







Mancar é uma queixa comum nos consultórios de ortopedia pediátrica e é sempre uma preocupação para os pais.

Nas crianças de baixa idade, entre 1 a 3 anos, o diagnóstico é desafiador e difícil, pois a criança não consegue informar o local exato do sintoma, a história clínica depende da observação dos pais ou cuidadores. Muitas vezes é difícil precisar o início do sintoma ou o que desencadeou a queixa. Algumas vezes, há antecedente de trauma local ou quedas da própria altura, porém nem sempre isso ocorreu.

A avaliação da criança que manca deve ser detalhada, para o correto diagnóstico.

Informações importantes sobre o estado geral da criança e antecedente de febre, são dados relevantes da avaliação.




Onde está o problema?

O cenário é de uma criança, de baixa idade, que caminha mancando. O problema pode localizar-se em qualquer articulação ou osso do membro inferior. Quadril, joelho, tornozelo, pé, coxa e perna devem ser cuidadosamente examinados para a localização da queixa.

O exame físico ortopédico ainda é dificultado, muitas vezes, por medo ou ansiedade da criança em ser analisada pelo médico. Muitas crianças choram muito durante o manuseio, dificultando as conclusões.

Presença de sinais inflamatórios como vermelhidão, inchaço, aumento de temperatura local ou presença de aumento de líquido, dentro de uma articulação, são importantes para as suspeitas. No caso abaixo, observem o aumento de volume do tornozelo direito:


Anormalidades no exame físico, direcionam para o local responsável pela queixa.

Estudos revelam que a principal causa para uma criança mancar, de início súbito, é conhecido como sinovite transitória do quadril ou quadril irritável. Principalmente em crianças abaixo de 10 anos.



Trata-se de uma inflamação do quadril, não infecciosa, de causa desconhecida e evolução benigna, podendo ocorrer em crianças com quadro viral ou bacteriano do trato respiratório superior.

O principal diagnóstico diferencial e motivo de maior preocupação é com artrite séptica.

Trata-se de uma quadro infeccioso articular, com evolução desfavorável, quando não reconhecido e tratado precocemente, podendo inclusive deixar sequelas permanentes articulares. A evolução é agressiva, com febre alta, perda progressiva dos movimentos até a impossibilidade para a marcha. Exames de laboratório e de imagem são importantíssimos para as conclusões diagnósticas.

Outra causa que devemos estar atentos são as fraturas da tíbia (osso da perna) que em crianças de baixa idade podem ocorrer por mecanismo de torção, não precisando de um trauma direto no local.

As quedas em crianças pequenas são comuns e, muitas vezes, não valorizadas como causadoras de fraturas. As fraturas fazem a criança mancar, na maioria das vezes. Não impede a marcha e não apresentam inchaço ou deformidade local. São fraturas incompletas, traço simples e sem desvio.



O exame físico pode ser a chave para essa suspeita. Existem diversas outras causas possíveis para a mesma queixa:

– Artrite idiopática juvenil (artrite reumatóide juvenil);

– Tumores ósseos benignos;

– Discite (infecção na coluna vertebral);

– Osteomielite aguda/ subaguda;

– Corpo estranho no pé.

Conclusões:

– Saber porquê uma criança está mancando é um trabalho difícil.

– O diagnóstico preciso, depende de exame físico ortopédico detalhado e exames de imagem da região suspeita.

– São diversas as possibilidades.

– Contato constante com os pais é fundamental para analisar a evolução clínica da criança e a necessidade ou não, de maior investigação ou mudança de estratégia.

– Examinar a criança mais de uma vez pode ser necessário.





Um abraço a todos!



Dr. Maurício Rangel é formado em Medicina pela Faculdade Souza Marques (1994) e médico Ortopedista Pediátrico. Trabalha atualmente em consultórios com atendimento ambulatorial e cirurgias ortopédicas pediátricas eletivas. Especialista em diversas patologias musculoesqueléticas em crianças e adolescentes e cirurgias relacionadas.

Consultório: Barra Life

Av. Armando Lombardi, 1000 – sala 231, bloco 2, Barra da Tijuca | Rio de Janeiro

Telefone para contato: 3264-2232/ 3264-2239




Criança e Saúde

Criança e Saúde é um site colaborativo que possui a missão de ajudar pessoas a encontrarem informação sobre a saúde dos seus filhos. As informações publicadas neste site têm caráter meramente informativo e não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas. Todos os direitos reservados ao Criança e Saúde. Proibido a reprodução do conteúdo deste site sem prévia autorização. A Redação do Criança e Saúde não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes.



contato@criancaesaude.com





Posts recentes

Ver tudo