Tumor ósseo em crianças: um alerta!





O surgimento de um caroço palpável nos ossos de uma criança é preocupante para toda a família.

A possibilidade de tumor ósseo é real e a procura por ajuda médica deve ser imediata.

Na maioria das vezes, o relato da família é o de surgimento de tumoração indolor, de crescimento lento e que não impede as atividades normais da criança.

O tempo de evolução, o exame físico e as características observadas nos exames de imagem, são fundamentais para as hipóteses diagnósticas.

Felizmente, na grande maioria, tratam-se de lesões benignas e de bom prognóstico, porém sempre devemos ficar atentos para os diagnósticos diferenciais com lesões malignas.

O Osteocondroma:

É a lesão tumoral benigna mais comum dos ossos de crianças.

Pode apresentar-se de forma isolada ou na forma múltipla, sendo conhecido com osteocondromatose múltipla.

A lesão solitária constitui 85 a 90% dos casos.

A apresentação clínica é de uma massa ou caroço palpável e descoberto ao acaso, sem nenhum outro sintoma associado.

Os locais do corpo mais comuns:

Geralmente surgem ao redor do joelho, ou seja, no fêmur, tíbia ou fíbula (antigo perôneo).

Outro local bastante frequente é próximo do ombro, ou seja, no úmero (osso do braço), como na foto abaixo.


Por que surge o osteocondroma?

Trata-se de um defeito no crescimento e desenvolvimento ósseo.

Pode ocorrer em qualquer osso longo do corpo, sendo encontrado com mais frequência nos ossos citados.

A lesão tem uma base óssea e uma capa cartilaginosa.

Ocorre em crianças, jovens e adolescentes.

É a mais comum lesão esquelética benigna, sendo encontrada com maior frequência nos membros inferiores do que nos superiores.

As queixas mais comuns:

Pode ser assintomático e percebido apenas pelo familiar ao palpar os ossos do filho/a.

Se estiver crescendo próximo a um tendão ou músculo, pode causar irritação mecânica levando a sintomas.

Algumas vezes, pode levar à limitação no movimento articular ou pode comprimir nervos ao redor.

Traumatismos locais podem levar à fratura da lesão com consequente dor da fratura.

A imagem radiológica:



O exame de imagem de escolha é a radiografia.

A imagem radiográfica é diagnóstica.

Trata- se de uma lesão que cresce para fora do osso, formando uma protuberância óssea, nas extremidades do osso em questão.

Pode ter uma base larga, sendo conhecido como séssil, ou ter uma base pequena, sendo conhecido como pedunculado.

A lesão é revestida por uma camada de cartilagem.

O tratamento:

Lesões pequenas e assintomáticas não precisam necessariamente de tratamento.

Devem ser monitoradas quanto ao crescimento, surgimento de sintomas ou a mudança de característica, que possa sugerir degeneração maligna.

Quando volumosa, sintomática, devem ser tratadas com cirurgia ortopédica, que consiste na ressecção completa da lesão.

Sempre devemos enviar a peça ressecada para laboratório e confirmação do diagnóstico.

A degeneração maligna:

Ocorre em menos de 1% dos osteocondromas.

Devemos suspeitar sempre que a lesão tiver um crescimento súbito, doloroso ou quando a capa cartilaginosa aumenta de espessura e diâmetro, observado nos exames de imagem.

Mensagem aos pais:

A maioria dos tumores ósseos em crianças são benignos.

O atendimento médico deve ser imediato, logo que observado um caroço no esqueleto, para que exame físico e de imagem sejam feitos.

Casos duvidosos, devem ser submetidos à biópsia da lesão para a conclusão definitiva.

O osteocondroma é a principal lesão óssea encontrada em crianças, cujo tratamento definitivo e curativo é feito com a cirurgia ortopédica de ressecção da lesão.


Um abraço a todos!



Dr. Maurício Rangel é formado em Medicina pela Faculdade Souza Marques (1994) e médico Ortopedista Pediátrico. Trabalha atualmente em consultórios com atendimento ambulatorial e cirurgias ortopédicas pediátricas eletivas. Especialista em diversas patologias musculoesqueléticas em crianças e adolescentes e cirurgias relacionadas.

Consultório: Barra Life

Av. Armando Lombardi, 1000 – sala 231, bloco 2, Barra da Tijuca | Rio de Janeiro

Telefone para contato: 3264-2232/ 3264-2239




Criança e Saúde

Criança e Saúde é um site colaborativo que possui a missão de ajudar pessoas a encontrarem informação sobre a saúde dos seus filhos. As informações publicadas neste site têm caráter meramente informativo e não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas. Todos os direitos reservados ao Criança e Saúde. Proibido a reprodução do conteúdo deste site sem prévia autorização. A Redação do Criança e Saúde não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes.



contato@criancaesaude.com





Posts recentes

Ver tudo